quarta-feira, 29 de agosto de 2012

MJ Beats | EDCYHIS




Sempre gostei da figura do Michael Jackson, esse ser sempre me despertou carinho e confiança. Eu sempre acreditei nele e sempre o achei muito amável, entretanto eu o amava simplesmente por apatia, simplesmente por eu sentir algo que não precisava de explicação. Depois veio um amor incomensurável, algo que não cabe em mim. Um amor conquistado a cada dia, a cada ato e que – à priori – foi nascendo a cada vez em que eu logava no fórum.

Eu amo a "MJ Beats" e devo a vocês tudo o que sou e tudo que aprendi. Sou da época em que o fórum era o melhor lugar do mundo. A MJ Beats era simplesmente minha casa, meu céu, meu lar, o lugar onde eu mais me sentia acolhida. As pessoas sempre me entendiam.

TV, jornais e revistas NUNCA foi um bom modo de aprender sobre Michael Jackson e foi a MJ Beats o meu recurso utilizado como aprendizado. Sempre muito bem organizada e administrada. Tudo estava em seu lugar somente esperando pessoas de coração aberto dispostas a compreender quem foi Michael Jackson e mais do que isso, quem foi o Mike.

A cada tópico que eu abria, eu me emocionava mais. Cada vídeo do Mike brincando, rindo, sendo meu palhaço predileto, minha criança meiga, altruísta e encantador, fazia com que eu fosse descobrindo cada vez mais sobre ele, fez com que eu me apaixonasse. Devo tudo à MJ Beats. Ela me apresentou o universo do Michael, o apresentou a mim do modo mais lindo. E fez com que eu me apaixonasse ainda mais pela Pessoa, pelo Ser Humano.

Depois passei a reparar no amor que o Michael sentia pelos fãs e eu precisava ser foco daquele sentimento, eu precisava fazer parte dessa legião de pessoas, eu necessitava ser especial para ele. Eu simplesmente descobri que havia nascido para ser fã daquele anjo. Não bastava “gostar” do artista, eu precisava saber o que acontecia com ele, o que acontecia em sua vida particular. Eu simplesmente precisava saber sobre sua felicidade, seus feitos, suas conquistas... Por isso, obrigada MJ Beats pelas notícias, por ter me aproximado dos fatos e me afastado dos boatos.

E procurar saber sobre meu ídolo sempre foi fascinante. Ele me mata de orgulho. Vibrei a cada descoberta de premiação, indicação, recorde... Analisei cada clipe, cada performance e – não muito acostumada a tanto perfeccionismo – eu ficava abasbacada, maravilhada, bem impressionada... Lembro-me que chorei quando vi pela primeira vez a performance do VMA de 1995!

Depois eu descobri que existiam umas tais de “Taradas S.A.” e confesso que respirei aliviada. Eu simplesmente achava o Michael lindo, gostoso, sexy, tesudo, maravilhoso, excitante e às vezes me achava única e diferente por pensar desse modo. Quando vi as garotas tão entusiasmadas quanto eu, senti-me mais uma vez em casa. Elas amavam os gestos dele, o modo dele andar, o jeito dele parar, as roupas, as caras e bocas, os gritinhos, a mão, o pescoço, as mordidinhas no lábio, as piscadelas fatais e as pegadas LÁ. Eu me sentia cada vez mais normal quando via pessoas desmaiarem por ele, porque mesmo sem saber que pessoas faziam isso, eu tinha a certeza que seria uma reação possível do meu corpo caso eu um dia estivesse perto do Michael.

Pessoas falando do Michael todos os dias... Ah... Isso fazia com que eu me sentisse tão bem. A capacidade do Michael em ser amado sempre me emocionou tanto! Eu dou um braço para o Michael ser amado, ele simplesmente merece.

No chat fiz tantos amigos, conheci tantas pessoas legais e que foram tão essenciais em minha vida. Obrigada MJ Beats.

Por fim, agradeço pelo colo que o fórum foi para mim quando o Michael se foi. Eu não sei se sobreviveria sem vocês ali me apoiando, me mostrando que não era pecado chorar, que era um direito meu ficar abalada. As pessoas diziam que eu não conhecia o Michael pessoalmente, mas elas não sabiam o que estavam dizendo, uma vez que vocês me apresentaram ao Rei. Toda a essência dele poderia ser encontrada na MJ Beats e se as pessoas tiverem decência e não forem hipócritas, enxergarão claramente que nosso amor é INQUESTIONÁVEL. A prova disso é que estamos aqui, fazendo tudo por amor, tal qual vive para sempre assim como o Michael, vive em nós e até mesmo cresce todos os dias.

Com a MJ Beats eu aprendi a ser uma Jackson a qual tenho orgulho de ser. Obrigada MJ Beats por ter me ajudado. Obrigada Michael por ter existido.

Um comentário:

  1. Assino embaixo! Tudo o que você disse eu sempre senti. Obrigada!

    ResponderExcluir